Contato Cotar Termos Facebook Twitter Google+
home emp vid par cli tel sab con cot
 
      Prédios e Residências

Muito se pergunta a respeito das diferenças estruturais entre um Edifício vertical e uma Casa térrea comum, seja ela do tipo sobrado ou simplesmente de um piso só. Para entender porque devemos dar atenção diferenciada antes, durante e após uma construção de uma casa ou edifício, primeiro precisamos saber a origem desta necessidade.

Todos nós sabemos e está cientificamente provado que o solo sofre centenas de milhares de abalos sísmicos diariamente, 24h por dia. Estes abalos ocorrem na região central do globo terrestre, decorrentes das acomodações e alterações nas placas tectônicas. Em alguns casos, os abalos são ecoados na crosta da terra em forma de terremotos, porém na imensa maioria das vezes nem chegamos a sentir as vibrações embaixo dos nossos pés.

Imagine as edificações existentes como sendo plantas, que, fincadas no solo, servem para nós como moradias, espaços culturais, comércios e outros locais de uso comum.

 
      Fundação

Cada edificação possui uma dimensão diferente e particular, na altura, largura ou comprimento, sendo que, consequentemente, cada uma destas edificações exige uma estrutura subterrânea condizente com o seu porte físico estrutural.

Podemos então subentender que uma estrutura com altura razoável como um edifício por exemplo, possui por sua vez uma fundação mais profunda, para que assim, esta estrutura não venha a tombar ou mesmo cair ou desabar.

Aí é que está o "x" da questão. Quanto mais profunda a estrutura estiver encravada no solo, mais próxima fica esta dos abalos sísmicos que acontecem no núcleo da terra. Mais abalos serão captados pelos vigamentos, sapatas, estacas ou pilares que estão mais profundos, do que por uma estrutura raza, como a de uma casa térrea, por exemplo.

      Dilatação estrutural

Dilatação estrutural é o nome dado aos reflexos dos abalos sísmicos sofridos por uma estrutura. As dilatações aparecem visivelmente em forma de trincas, quando não são compensadas com as JUNTAS DE DILATAÇÃO durante a construção, fator este que jamais pode ser esquecido no projeto de um edifício.

Como diz a terceira lei de Newton, cada ação gera uma reação, assim sendo, todo abalo ocorrido no solo reflete na estrutura fincada no mesmo (a fundação) que, por sua vez, reflete na estrutura visível, ou seja, nas colunas, lajes, paredes e telhados.

Depois desta breve explicação, podemos afirmar que os abalos sísmicos são captados em maior número e ecoados mais intensamente pela estrutura dos edifícios do que pela estrutura de uma residência, isto devido à profundidade que se encontra a fundação de cada construção.

      A dilatação reflete diretamente no telhado dos edifícios

Queremos mostrar com tudo isso, porque devemos diferenciar obras em edifícios com obras em residências. Como vimos, as reações das duas estruturas são diferentes diante dos abalos sísmicos ocorridos no solo, desta forma, tudo que estiver ligado à uma estrutura encravada no solo, reagirá de acordo com seu porte físico, tornando a diferenciação na aplicação de mão de obra (seja construção ou reforma) um quesito obrigatório a fim de evitar grandes transtornos.

Prédios são estruturas que exigem especialização para aplicação de manutenção, de outra forma, os problemas persistirão e se agravarão com o passar do tempo, além de onerar custos de mantenimento e muitas vezes gastos em vão.

Conte com a Betel. Uma empresa especializada na manutenção de edifícios e grandes estruturas. Solicite um ORÇAMENTO.

 

 
Todos os direitos reservados - 1993 - 2017 - Schindler Dächer Obras Civis Eireli ME?>